Mensagens

A mostrar mensagens de Agosto, 2011

ele 2.2

"bem ele muda-te completamente..."

pois... true, tenho medo!

Hoje...

Não me parece que algo me levante o astral a não ser que aconteça alguma espécie de milagre. Por que é que o mal quando vem, tem que vir em quantidades industriais, enquanto que as coisas boas quando vêm, é sempre às mijinhas?? Não é justo!
Apetece-me chorar, até me doerem os pulmões, os olhos, o coração, até ficar cansada e já não conseguir chorar mais e por fim adormecer e só acordar quando encontrar o paraíso...

Seria pedir muito?

ter alguém para abraçar, para me dizer que vai tudo correr bem, para me fazer acreditar que vai tudo correr bem... porque sinceramente, já não sei nada, já não sei se acredito que tudo se vai resolver e ficar bem...

Herdeiros do Ódio

Esta história é ficção, mas podia muito bem encaixar-se na realidade como uma daquelas notícias que ouvimos de vez em quando nos telejornais de pessoas que foram mantidas reclusas em casa, sendo vítimas de abusos e violência.

Este livro conta a história da família Foxworth (mais conhecida por Dollaganger), constituída pelos pais e por quatro filhos, um rapaz que é o mais velho, uma rapariga, e dois gémeos, um menino e uma menina. Viviam uma vida tranquila e feliz até ao trágico dia em que o pai das crianças sofreu um acidente de viação fatal. Corrine, a mãe, não sabia o que fazer pois estava cheia de dívidas e não tinha estudos suficientes para poder trabalhar. Então decidiu que iriam para a casa dos pais dela. Mas isto não seria tão simples como parece, pois ela tinha sido expulsa de casa, havia 15 anos, juntamente com o pai das crianças, que mais tarde descobrem que era meio-tio da mãe, e ficaram ambos deserdados.

Os pais de Corrine eram excessivamente religiosos, vendo em tudo o …

FB

É ganda cusca essa rede social, pelo menos parece que sabe coisas sobre a minha vida, é muito spooky! Ok eu sei que são só coincidências mas é bué estranho não falarmos com uma pessoa durante muito tempo (nem pelo fb, nem por lado nenhum), essa pessoa voltar a falar connosco (menos pelo facebook) e aparecer em 1º lugar da lista dos amigos no nosso perfil!  Já me aconteceu várias vezes!  Há coisas do arco da velha!!

O horóscopo diz e eu concordo!

"Você se sente ansioso e com dúvidas por algum motivo mas seus próprios medos são seus maiores obstáculos no momento. Se você apenas relaxar e deixar as coisas acontecerem será muito melhor. Não tente forçar resultados imediatos, o resultado não será bom."

Sinto-me ansiosa sim senhora e às vezes de que maneira! Tenho medo sim senhora principalmente no que diz respeito a uma certa criatura; é o meu maior obstáculo, é bem possível porque me bloqueia. Quanto ao conselho das duas últimas frases, pronto eu prometo que não vou ser chata!


Escuridão

Imagem
Se a escuridão onde te encontras pudesse ser iluminada e se apresentassem perante ti vários caminhos, escolherias o certo? Confiarias nos teus instintos?
Qual será o caminho certo? Aquele que nos é apontado por outrem, aquele que é suposto seguirmos pois é moralmente mais viável, ou aquele em que realmente nos sentimos bem mesmo que para a sociedade seja moralmente condenável?
Será que para encontrarmos o caminho certo é sempre necessário percorrer um errado primeiro?
Será que é possível um caminho certo levar-nos para lugares errados?

há coisas fantásticas!!!

definitivamente eu sou tímida, e cobarde também, um bocadinho vá! o coração quase me sai pela boca só por ter mandado uma sms, fantástico!

Poemas III

Eu era a desdenhosa, a indif'rente. 
Nunca sentira em mim o coração 
Bater em violências de paixão 
Como bate no peito à outra gente. 

Agora, olhas-me tu altivamente, 
Sem sombra de Desejo ou de emoção, 
Enquanto a asa loira da ilusão 
Dentro em mim se desdobra a um sol nascente. 

Minh'alma, a pedra, transformou-se em fonte; 
Como nascida em carinhoso monte 
Toda ela é riso, e é frescura, e graça! 

Nela refresca a boca um só instante... 
Que importa?... Se o cansado viandante 
Bebe em todas as fontes... quando passa?... 

Florbela Espanca, in "Livro de Sóror Saudade"


para o P.

que cromanhó

"Ah e tal temos que resolver o assunto que temos pendente porque já enjoa"
então e ah e tal se não me apetecer? ora essa, o que eu pensava há uns tempos atrás não é o mesmo que penso agora; os tempos avançam, as pessoas mudam, as pessoas (pelo menos algumas) crescem! Vou dizer que não quero? Pois vou! Tenho outras prioridades! Humpf!

Poemas II

Saudades! Sim.. talvez.. e por que não?... 
Se o sonho foi tão alto e forte 
Que pensara vê-lo até à morte 
Deslumbrar-me de luz o coração! 

Esquecer! Para quê?... Ah, como é vão! 
Que tudo isso, Amor, nos não importe. 
Se ele deixou beleza que conforte 
Deve-nos ser sagrado como o pão. 

Quantas vezes, Amor, já te esqueci, 
Para mais doidamente me lembrar 
Mais decididamente me lembrar de ti! 

E quem dera que fosse sempre assim: 
Quanto menos quisesse recordar 
Mais saudade andasse presa a mim! 

Florbela Espanca, in "Livro de Sóror Saudade"

A minha Selecção

Músicas que me dão para ouvir em dias de chuva








detesto pessoas assim!

daquelas que vêm falar connosco e nem perguntam se está tudo bem e começam logo a dissertar coisas sobre elas e depois não param, contam tudo e mostram tudo; depois lá perguntam novidades, mas assim que nos alongamos muito na conversa, cortam-na e voltam a falar só delas e das suas coisas e nós nem podemos tentar mostrar nada que queríamos que a pessoa visse! dá-me nervos, porque parece que só precisam de nós para descarregar tudo e pronto, mas depois não têm paciência para nos ouvirem também!

o que está a acontecer? :S

"Pois" parece ser a única coisa que me sabes dizer ultimamente, já nem sinto vontade de contar nada ou desabafar, nem vale a pena. Já não conversamos como dantes, eu bem que podia morrer provavelmente... sei que estou a exagerar mas é o que sinto... digo que preciso de conversar, nem perguntas porquê, nem dizes se pode ou não ser, ou se pode ser, quando pode ser... porque o que me chateia nem é não poderes logo assim que preciso, pois isso eu consigo compreender... mas a partir do momento em que até a pessoa que só me viu uma vez na vida ao vivo se dignou a perguntar-me se estava bem e tu nicles, percebi que se calhar algo está estranho!! A única coisa que disseste foi que quando tínhamos aquelas conversas chorávamos sempre, como se fosse uma coisa horrível conversar comigo, nem te lembraste que, apesar de chorarmos, era sempre nessas alturas que acabava tudo bem!
Se leres isto e te perguntares porque não falei directamente contigo, foi porque 1º não me apeteceu, 2º não quer…

Traços II

Podia sentar-me todo o dia, olhando a tua imagem, não me cansaria. Os teus olhos apesar de confiantes e determinados, são, ao mesmo tempo, meigos e calorosos. A tua face tão lisa e a tua pele tão perfeita que apetece tocar, senti-la na pontas dos dedos, nos lábios. Por falar em lábios, a tua boca é tão apetecível, faz-me viajar pelos vales da imaginação e quase consigo ouvir a tua voz. Fantasiar contigo dá-me arrepios na espinha, que descem até ao estômago e se transformam em borboletas voando contra as paredes do estômago como se quisessem sair. É quase ridículo, embaraçoso, como isto foi acontecer, quanto mais longe estás, mais quero-te perto.

ele 2.1

de vez em quando lembra-se de surpreender, ou será que é apenas um burro que está para morrer? (coitado do bicho!) olha até fiz um verso, quem rima sem querer é amado sem saber... lá está, como não sei não posso dizer se se confirma ou não xD

Amargas Recordações

A última recordação que tenho não é perfeita nem nítida. Lembro-me de estar no baptizado da Cláudia, mas não me lembro da cerimónia em si, apenas do almoço. Recordo-me que estava na mesa com as minhas irmãs e os meus primos; lembro-me dos meus pais, dos meus tios, do Sr. Jaime e da Dona Clotilde, talvez só me lembre de nós porque fomos os únicos a aproveitar a festa. Não me recordo da tua cara, de te ver lá, de como estavas vestido ou sequer de ter falado contigo. Em contrapartida, lembro-me da cara dela com a menina ao colo; é frustrante lembrarmo-nos de quem não gostamos e não de quem nos é querido.
Recordo-me bem mais nitidamente do que aconteceu quando chegámos a casa; de o meu pai estar alterado, de ouvir o abajur de vidro do candeeiro da mesa de cabeceira do quarto dos meus pais a partir, de ouvir a minha mãe a chorar, de estar no quarto da minha irmã mais velha, sentada na cama com as minhas irmãs e de ter desatado a chorar também.
Lembro-me que, nos dias que se seguiram, receb…

Experimentem lá as Vilas!

50% dos jovens já teve relações sexuais embriagados, segundo um estudo feito em 9 cidades de Portugal! Ficaram chocados?? Eu não! As cidades têm muita população, experimentem lá fazer esse estudo nas vilas... se calhar assustavam-se mais com a percentagem! É que no país rural bebe-se mais (falo por experiência própria, a beber entenda-se lol)!

Vidas intensas III

Os homens para além de serem primatas egoístas, são muito fáceis de enganar, principalmente quando julgam que têm a mulher na palma da mão!
Era de manhã, ela e uma amiga encontravam-se num dos cafés da praceta da vila a fazer tempo até às aulas da última começarem. Ela lembrou-se, então, de mandar mensagem a alguém que há muito que precisava de uma lição. Nas mensagens descreveu-lhe o quanto estava excitada e ansiosa por estar com ele de novo, entre as suas mensagens e as respostas que recebia, ela e a amiga só conseguiam rir. Ele estava mesmo a acreditar naquilo e queria ir ter com ela e levá-la para outro sítio. Estava tão convencido daquela situação que apareceu mesmo no café; antes disso já a amiga dela se tinha ido embora, para ele não desconfiar que era tudo mentira.
Foram então para outro sítio, ainda um pouco longe da vila, no meio do nada; ela arriscou um pouco, podia ter-se dado mal, se ele se lembrasse de a deixar ali para se vingar.
Quando ele parou o carro começou a quere…

Ai é assim? que seja...

Ele: Mandei-te sms para saber se estavas cá mas nada!
Ela: Desculpa esqueci-me de responder, voltei nesse dia para baixo. Porquê?
Ele: (não respondeu durante 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8 min... 1 dia...)
Ela: bem não devia ser nada de importante!

Começar de novo

Impossível é nadaQuando o que se quer é tudo A força está guardada Difícil é encontrá-la  Impossível é nada
Começar de novo não significa esquecer o passado, só consegue começar de novo quem reconhece o seu passado e aprendeu com ele de modo a tentar não repetir erros; isso é começar de novo.  Pode significar deixar pessoas para trás, mas apenas as que não interessam do ponto de vista afectivo. Pode significar deixar um sítio e encontrar um outro lugar, ou, simplesmente, renovar a casa.  Bom tudo isto para dizer que, começar de novo tem de vir de dentro para fora e não ao contrário, não vale a pena mudarmo-nos para outro sítio se não nos mudarmos por dentro primeiro.

Vidas Intensas II

As pessoas não têm apenas actos de covardia e, por vezes, só quando se ama alguém é que se demonstra o verdadeiro carácter.
Pelas suas contas decorria o ano de 2008, prestes a tornar-se 2009. Era a primeira vez que estava a passar o fim de ano naquela aldeia, lembra-se perfeitamente do frio que fazia quando lá chegou, talvez fosse por isso que a maior parte dos convidados já estavam bem quentinhos, e ela pouco demorou a ficar igual.
O melhor amigo do dono da casa também tinha ido, este há muito que tentava e queria curtir com ela. Já depois da meia noite, conseguiram ficar a sós na sala, onde havia uma lareira para o pessoal se aquecer, conversaram e a conversa estava a ser tão sincera e coerente apesar do estado alcoolicamente bem-dispostos, que ela não resistiu e beijou-o. Ele perguntou-lhe por que tinha feito aquilo e ela respondeu que tinha sido porque lhe apeteceu e beijou-o novamente.
Começou a tornar-se mais intenso e numa segunda ocasião em que ficaram juntos e sozinhos, ele p…

Dicionário Pessoal IV

Timidez

A Timidez ou o Acanhamento pode ser definida como o desconforto e a inibição em situações de interação pessoal que interferem na realização dos objectivos pessoais e profissionais de quem a sofre. Caracteriza-se pela obsessiva preocupação com as atitudes, reacções e pensamentos dos outros. A timidez aflora geralmente, mas não exclusivamente, em situações de confronto com a autoridade, interacção com algumas pessoas: contacto com estranhos e ao falar diante de grupos - e até mesmo em ambiente familiar.

fonte: wikipedia

Deus vos ajude!

"Não quero que a [minha mulher] seja como ela!"
Ai não? Então e o que é ser "como ela"?
Que eu saiba não tenho doenças, muito menos doenças que se peguem... mas adoro como certas pessoas põem outras no altar ao pé dos santos, esquecendo-se de que ninguém na puta desta vida é santo, é tão lindo!
Se calhar a pessoa em questão não sabe que eu sei distinguir a vida sem ter compromisso, da vida com compromisso... e o pior não é não saber isso em relação a mim, é não saber isso em relação à mulher; porque se confiasse nela saberia perfeitamente que mesmo convivendo comigo (não tendo eu namorado) ela nunca andaria com outros, aliás nem eu deixava, mas enfim!
De um machista espera-se tudo, é a conclusão que tiro. Ele tem é medo que eu lhe incuta ideias feministas e ela se farte de ter de pedir autorização até para cagar!

(epa desculpem a linguagem, mas às vezes os nervos são mais fortes!)

coincidências entre a ficção e a realidade

Hoje na novela Tititi da SIC, deu uma cena muito comovente entre a Jaqueline (Cláudia Raia) e Thales (Armando Babaioff), em que este último finalmente assume que é gay perante a "esposa", depois de uma conversa emocionada, Jaqueline diz, meio a chorar, meio a rir:
"Eu finalmente encontro um homem bom, me caso com ele, e ele é gay! Não é a minha cara?"

Fiquei a olhar para a TV e a pensar: "que engraçado, eu pensei quase o mesmo" xD

Apanhados no ar...

"a mulher entrou no autocarro e disse: 'quero um bilhete de terceira idade de 7,70€', e eu, pronto está bem, tome lá o bilhete, entretanto a pessoa que vinha atrás também pediu um bilhete de terceira idade e eu disse: 7,35€. Bem a outra mulher começou logo a refilar já quase que me batia e eu respondi-lhe: então mas eu só lhe dei o que me pediu, você disse logo que era 7,70€ eu fiz-lhe a vontade!"

olha tenho dito...

quer dizer ele disse e eu subscrevo

Hold the S because I am an aint


xD

Vidas Intensas

A pessoa de quem vou falar neste texto cometeu erros, tal como toda a gente, na vida; teve uma vida de excessos no que ao sexo oposto toca talvez, ou talvez não, se pensarmos que foi tudo na hora certa. Não se arrepende, nem se orgulha, mas de uma maneira ou de outra teria que aprender.

Perguntei-lhe se alguma vez tinha sofrido por amor, ela sorriu ironicamente e respondeu que não tinha feito outra coisa na vida, tanto por não ter amado, como por não ser amada.
Continuei a conversa querendo saber ao certo o que ela queria dizer com aquela última parte da frase. Então ela explicou-me que por vezes dói mais não amar quem nos ama, pois conhecemos a dor da outra pessoa e ao mesmo tempo sentimo-nos estúpidos por não desejar quem o merece, apesar de sabermos que não temos culpa. Pois é certo que amar quem não nos quer é como um vírus , vai tornando-nos mais fracos, cada vez mais fracos, até que só nos resta duas opções, ou tomamos o antibiótico e cortamos o mal de vez, ou mergulhamos defini…