Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Novembro, 2011

*Suspiros*

Disse que ia ser perigoso pois é viciante, mas parece que eu é que fui apanhada e agora eu é que estou viciada!
Não consigo definir, de uma forma minimamente clara, o que senti nem por que o senti, apenas sei que tenho uma vontade enorme de o voltar a sentir.
Talvez seja em breve, talvez seja daqui a muito tempo, esperar nunca me incomodou, vou esperar se for necessário; se não precisar de esperar tanto melhor, mas o que interessa é acontecer de maneira a que seja ainda mais inesquecível que a primeira. E a terceira que a segunda... pois nesta vida o segredo é fazer com que cada dia seja ainda mais excitante que o anterior.

Comidaaaa! xD

Não é para me gabar, mas ficou com bom aspecto! :D

Personalidade Fraca ou Simplesmente Falta dela

Uma pessoa com personalidade fraca é alguém muito susceptível de ser levada "pela corrente", ou por alguém; é uma pessoa incapaz de tomar decisões sozinha e, quando o faz, acaba sempre por voltar atrás. Por exemplo, se estiver num café com um grupo de pessoas e todo esse grupo de pessoas diz que gosta de algo que esteja na moda, essa pessoa automaticamente diz que também gosta pois está na moda; por um lado porque não tem personalidade suficientemente forte para que consiga ir contra a maré, por outro lado porque quer ser aceite naquele grupo. É o tipo de pessoa que se alguém lhe diz para se atirar para um poço, atira-se! É capaz de baixar a cabeça a tudo o que os outros dizem (opiniões, obrigações, etc.) mesmo que não concorde.
Ultimamente tenho-me cruzado com alguns homens assim (não quero dizer nada com isto, sei que também existem mulheres assim): têm amigos e amigas, entretanto arranjam namorada e esta última não gosta dos amigos ou das amigas e diz-lhes para deixarem d…

"cuspo para o ar e só espero que me caia ao lado"

Já tenho a minha personalidade definida há algum tempo, claro que, tendo em conta circunstâncias da vida, acabamos sempre por mudar qualquer coisinha. Mas o principal já está definido... quem gosta, gosta; quem não gosta, olha gostasse! Não obrigo ninguém a gostar e seria incapaz de inventar estratégias/planos para obrigar alguém a gostar de mim e/ou a ficar comigo (mesmo que não goste); talvez por isso me custe tanto perceber pessoas obcecadas e compreender porque fazem certas coisas. Para mim não passam de gente louca!

Ter Ouvidos de Tísico

Significado: Ouvir muito bem.

Origem: Antes da II Guerra Mundial muitos jovens sofriam de uma doença denominada tísica, que corresponde à tuberculose. As pessoas que sofrem de tuberculose pulmonar tornam-se muito sensíveis, incluindo uma notável capacidade auditiva.

Há certas coisas que simplesmente não encaixam!

Juro que há pessoas que me deixam assim!!!

I don't know if I can handle this much longer

Tento ser forte, porque toda a gente diz que tenho de o ser e bla bla bla; como se eu não soubesse. Mas as pessoas não são fortes a vida toda há-de haver uma altura em que se vão abaixo, simplesmente porque também faz parte. Eu pensava que conseguia aguentar mas não está fácil lidar com isto, nem sei que palavras usar pois os sentimentos são difíceis de pôr em palavras. Portanto decidi que não vale a pena explicar a quem quer que seja como me sinto, porque fico sempre com a sensação que as pessoas não percebem o que eu digo, logo não ajudam. Tenho de tentar perceber o que fiz de errado, ou se realmente fiz algo de errado e isso eu só consigo descobrir se estiver sozinha comigo mesma. Vou tirar uns dias de descanso longe das pessoas, porque neste momento eu sou mais importante para mim.

O Preço a Pagar

Às vezes parece-me um pouco caro. Existem momentos em que quero apenas falar, porque gosto de falar com certas e determinadas pessoas, sem qualquer tipo de intenção para além de desabafar, pedir opinião, ter conversas parvas para descontrair. Acontece que não o posso fazer porque existe alguém que não deixa, que, por ciúmes, impede amigos de se falarem. Parece-me um pouco egoísta, principalmente quando penso que cheguei à vida de certa pessoa primeiro. Mas que posso eu fazer? Nada, para além de obedecer e não lhe falar a não ser que fale comigo para que não hajam complicações, mesmo que esteja com vontade de desabafar sobre alguma coisa que me atormente e que essa pessoa me pudesse ajudar.

Sonhos vs Realidade

Adorava descodificar os meus sonhos, saber o que eles me querem dizer ou o que ainda está guardado no fundo da minha mente. Há imenso tempo, muito mesmo, que não sonhava com aquela pessoa; a noite passada sonhei: vinha das compras e essa pessoa estava prestes a tocar à campainha quando eu cheguei à porta do meu prédio; ficou contente por me ver e pediu para entrar, ao que eu acedi pois também já não via aquela pessoa há muito tempo. Íamos a subir as escadas quando ela (aquela pessoa) me abraçou pela cintura (vinha atrás de mim) e me disse que tinha muitas saudades minhas; eu disse, em jeito de pergunta, que eram saudades de amigos o que é normal e virei a cabeça para lhe olhar nos olhos... a pessoa beijou-me.
Não é estranho sonhar isto e depois chegar ao face e dar de caras com uma foto dessa pessoa com outra pessoa, acabada de ser postada? É que há séculos que não sonhava com essa pessoa, porque é que foi justamente hoje? Dá que pensar, não dá?

ele 2.3

Eu o P.

Coisas das quais tenho saudades

- do cheiro dos pinheiros;
- de tomar café no D'facto todos os dias de manhã (chegar lá e nem precisar de dizer que era um café porque já sabiam);
- do café da casa;
- de dar pulos na Big P;
- de ir à Carvalha andar de baloiço;
- de fazer caminhadas pela Sertã e desatar a rir no meio da rua devido a histórias mirabolantes;
- de jogar setas no D'facto e de vez em quando quase matar alguém que queria ir à máquina do tabaco;
- da Pinga Doce e do Sítio do Costume;
- da Abelha;
- do Toyota de 74 com leitor de cds (lol);
- das aventuras do Mercedes na horta xD;
- de gozar com a 4L amarela que tinha Deus como co-piloto;
- de apanhar bubas e nunca vomitar (só começou a acontecer desde que voltei para Lisboa, deve ser da poluição).

ps: por alguma razão que não sei explicar o Outono faz-me sempre lembrar a Sertã, depois dá-me para isto xD

Farta de estar doente

depois de uma noite terrivelmente mal passada, só espero que a noite de hoje seja melhor caso contrário não sei como vou ter cabeça para amanhã fazer o teste de literatura!

Confessions

hoje vi o Step Up 2, depois de o ver apoderou-se de mim uma vontade enorme de dançar como já não fazia há uns tempos, old school stuff! confesso que às vezes quando vejo o enorme átrio da FL vazio, com aquele chão lisinho (perfeito para um moonwalk), só me apetece ligar o mp3 e desatar a dançar logo ali! eheheh

Hoje soube-me a pouco...

para quem supostamente não está muito interessada é estranho ter ficado com esta sensação de me ter sabido a pouco. mas não vou pensar muito nessa dita cuja que é o melhor que faço. vamos lá ver onde isto nos irá levar!

Conversas de Casa de Banho 2

o engraçado é que calhou ir a esta casa de banho e assim que li isto pensei: afinal não sou a única! 

Como?

Como é possível alguém ser a pior coisa que nos aconteceu mas ao mesmo tempo ser a melhor? Como é possível alguém ser tudo o que não queremos mas ao mesmo tempo ser tudo o que sempre desejámos? Como é possível eu ter tanta vontade de gritar aquelas palavras quando sei que não devo voltar a falar para ti, nem quero?

Hoje acordei...

sentimental, saudosista, carente, com falta de um abraço... e o pior é que nem sei porquê!
acho que sonhei muito mas não me recordo de nada, apenas de estar com alguém e estar a ser um bom sonho (claro os sonhos bons são quase sempre aqueles dos quais não nos lembramos -.-')

Ora aí está

"Um grande sacrifício é fácil, os pequenos sacrifícios contínuos é que custam." - Goethe
e pronto é isto que eu penso das medidas de austeridade, nem mais!

Capítulo 5 - As memórias de Clarice

Acatei o que a minha mãe me disse e o Fernando nunca mais foi lá a casa, com muita pena minha. Disse-me que compreendeu, mas no fundo sei que ficou um pouco desapontado. Já não vinha falar comigo com tanta frequência na sala dos professores, nem me oferecia cafés como de costume. Creio que tal situação não se devia apenas ao facto de lhe ter dito que não poderia ir mais a minha casa, mas sim a alguns rumores que corriam pela escola que não abonavam muito a meu favor.

Lembro-me que fiquei até um pouco depois da aula ter terminado dentro da sala de aula, pois precisava de acabar de corrigir alguns testes. O João entrou na sala à cautela como se tivesse medo que eu o mandasse embora. João Lopes era o meu aluno mais aplicado, corriam rumores na escola de que o rapaz teria um fraquinho por mim, rumores esses aos quais eu nunca tinha ligado. Era alto, magro mas de corpo atlético, tinha o cabelo castanho e os olhos verdes; tinha dezasseis anos, mas a sua estatura e a sua face já com barba ce…

Heute bin ich sehr glücklich!

Estou contente por mim própria, até porque eu é que importo muito sinceramente. Gosto de fazer as coisas bem e ser recompensada nem que seja apenas com elogios; ia a descer as escadas do metro e quase não conseguia conter o sorriso. O sol brilha na rua (apesar de amanhã já chover outra vez), o meu trabalho foi reconhecido, tenho a consciência tranquila, estou a ouvir música maravilhosa... que mais posso pedir?  I'm the best, fuck the rest!

Dar ouvidos ao coração ou à cabeça?

Estou extremamente indecisa, pois se seguir o coração faço algo completamente diferente do que estou a fazer seguindo a cabeça; poderá ser a morte do artista, ou poderá não ser, se seguir o coração. Embora aposte mais na primeira, mas se pensar bem de qualquer das formas estou a "morrer" por dentro.

Da Literatura

O grego já foi, quer dizer mais ou menos porque falta o teste; não que eu tenha alguma coisa contra os gregos, não me interpretem mal isto não é nenhuma piada devido à crise, juro! Mas prefiro poetas portugueses daí dizer que a parte do grego já se foi, agora vem um português. Talvez seja patriotismo a mais, mas que se há-de fazer nunca achei piada a poemas traduzidos, parece que perdem a graça porque depois nem sempre rima ou então há frases que ficam maiores pois certas palavras em português são mais compridas... ficam a parecer quase prosa alguns. Portanto que venha o poeta português que eu agradeço.


(done)
<- next

Vantagens e Desvantagens (da Fac.)

as desvantagens de não se ter uma turma fixa, como tinha na outra faculdade, é que conhece-se muita gente mas ao mesmo tempo não se conhece ninguém; eu falo com os meus colegas nas aulas claro... saímos das aulas e cada um vai para seu lado porque temos disciplinas diferentes e pronto, é assim! O que vale é que não sou a única a sentir isto!

Não Sei Viver Sem Explicações

Ontem, depois de um longo mar de lágrimas que não deviam sequer ter caído mas que não foram capazes de ser evitadas, dei-me conta que não sei viver sem explicações. Custa-me imenso seguir em frente sem perceber o que se passou lá atrás; é como se faltasse alguma peça do puzzle, alguma coisa concreta à qual me pudesse agarrar e pensar "ok, não deu por causa disto e disto, pronto... let's move on". Se não tiver isso vou andar constantemente a pensar "mas porquê?"; não vou esquecer, não te vou esquecer por mais que queira. Há certas pessoas que eu sinto que me devem explicações, esclarecimentos sobre situações que não lembram ao diabo, no meu ponto de vista.
A questão é: será que sou eu que tenho o direito de pedir essas explicações, ou são essas pessoas que têm o dever de mas dar?
Outra questão é: será que me irei estar a rebaixar caso decida exercer esse direito, mas apesar disso irei ter resposta, ou irei estar a fazê-lo em vão?

Pensamentos Ocasionais III

é corrosivo: percorrermos um longo caminho com a certeza de que temos ajuda e de repente damos por nós de volta à estaca zero; aquela ajuda foi uma mera ilusão.

Sometimes I get Dark

Hoje é um desses dias. É provável que seja por causa da constipação e do cansaço; devia ir estudar mas devido a estes dois factores a vontade é muito pouca. Em vez disso só me apetece estar refugiada no lado mais escuro de mim.