Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Fevereiro, 2012

li num livro:

"whenever you feel like criticizing anyone, just remember that all the people in this world haven't had the advantages that you've had"

Música e Moda

Como todos devem saber estas duas áreas sempre estiveram muito ligadas uma à outra; ou porque a moda influencia a música, ou porque a música influencia a moda. Neste post vou falar de algo um pouco fútil mas que não deixa de ser um pouco pertinente: a nova moda dos bodies nas actuações das divas do pop.
Serei eu a única pessoa que odeia esta moda? Eu tenho saudades de ver actuações de calças de ganga, juro que tenho! Vou tomar como exemplo a Britney, porque gosto dela: eu odiei os fatos usados por ela na Femme Fatale Tour; ok, se calhar odiar é um verbo muito forte, mas não gostei. Alguns fizeram-na parecer enorme, principalmente o branco, (enorme no sentido de larguras) já para não dizer que ela não me parece confortável a usar aquilo. Ela fica muito mais gira de calças e tops, como na performance de Circus no Good Morning America, Mannequin na Circus Tour; ou de saias e tops como ela costumava usar para a I'm a Slave 4 U. Falo da Britney, como já disse, porque gosto dela e gosta…

E esta é para ti! (já que vamos brincar aos recados)

Como se pode ter vontade de voltar a falar com uma pessoa que está continuamente a arranjar maneira de nos atirar à cara que nós não a amamos, de modo a parecer que temos alguma culpa? Quando irá essa pessoa perceber que, apesar de não sentirmos o mesmo que ela, ela tem a nossa amizade e ao nos apontar o dedo de tal maneira apenas está a contribuir para a destruição lenta e dolorosa dessa mesma amizade; lenta porque uma amizade não acaba de um momento para o outro; dolorosa porque magoa ambas as partes. Recuso-me a repetir coisas que já escrevi neste blog (Aqui), aliás, uma das razões que me levou a deixar de falar foi exactamente o facto de estar farta de dizer sempre o mesmo. Não podemos obrigar ninguém a gostar de nós, eu nunca o fiz e talvez por isso acabe sempre por ser amiga de quem já gostei ou gosto. Na minha opinião, se a pessoa de quem gostamos não nos retribuí o sentimento, isso não nos impede que haja uma amizade; eu penso assim: "ok, tu não me amas então vamos pelo …

Isto foi um sonho! (felizmente)

Durante uma conversa no Skype depois de eu ter dito algo que não sei o que foi, o P. responde-me: "- Devias combinar logo os cafés todos (para durante a semana), era o que eu devia ter feito em época de tornados! Mas o mais engraçado foi aquela noite no Karaoke com a parola da minha namorada da altura, quando eu já sabia que ela me andava a enfeitar a cabeça!"
Isto não faz sentido absolutamente nenhum!!

Whitney Houston [RIP]

Não estava mesmo nada à espera, apesar de não ouvir falar desta senhora há muito tempo e saber que ela estava a passar um mau momento na vida devido às drogas e ao álcool (e ao marido)! Fiquei realmente sem palavras quando liguei a TV enquanto fazia o almoço e ouvi esta notícia no telejornal. Não posso dizer que sou uma fã incondicional, no entanto gostava de algumas musicas dela e admirava a sua voz e talento... mais uma vida e uma carreira fenomenal que se estragou devido a vícios. Há pessoas que simplesmente não aguentam a pressão da vida, embora não se saiba ainda as causas da morte é provável que possa ter sido suicídio [mesmo que involuntário] - pelo menos aparenta ter sido, tendo em conta as circunstâncias em que foi encontrada. Está neste momento certamente acompanhada de Michael Jackson, Elvis Presley, Amy Winehouse, entre outros tantos... que descanse em paz! <3

Há sempre duas opções

Ou até mais que duas; podem tentar conhecer-me de verdade ou podem tirar as suas próprias conclusões sobre a minha pessoa. Eu estou-me a cagar para o que as pessoas pensam, pois aquilo que pensam pode não ser aquilo que realmente sou, há sempre uma probabilidade de erro de 90%. Por isso esta segunda opção torna-se pouco viável o que me leva a crer que seria melhor nem tirarem conclusões... pois se tiram conclusões em vez de me tentarem conhecer é porque na realidade não querem conhecer-me. Logo, para quê estarem a perder tempo e a gastar neurónios (caso os tenham) comigo? xD E esta é a terceira opção.

preciso voltar aos treinos

e como tal estou a prever uma noite no Metropolis em breve! talvez aproveite a free party de dia 17 de Fevereiro. que isto de chegar a casa com dores nas costas não está com nada, é devido à falta de treino. xD

Domingo

Domingo é aquele dia horroroso da semana em que temos a sensação de fim do bem bom, e quase começo de uma outra semana. A mim dá-me uma moleza desgraçada, mesmo que não saia e não esteja com ressaca da noite de sábado, sinto-me sempre muito preguiçosa ao domingo. Aos domingos só me apetece é estar em casa sossegada e de preferência a comer; sim aos domingos dá-me sempre para estar constantemente a comer, parece quase uma compulsão!

As desculpas delas não são as minhas! lol

Talvez eu é que seja uma pessoa estranha, daí que não escreva o texto que se segue no blog Gente Estranha e sim neste.
Nestes últimos tempos em que tenho estado sozinha e pouco ou nada tenho ligado a aproximações corporais (lol acabei de inventar esta expressão), tenho aprendido algumas coisas novas sobre mim que desconhecia quase completamente por estarem tão bem guardadas no mais profundo eu. Uma dessas coisas é que afinal gosto mais de namoro do que de "curtes" (razão pela qual me tenho andado a esquivar a alguns encontros, sem arrependimento nenhum). O que me levou a chegar a esta conclusão? Bem, foi a falta que sinto de ter alguém a meu lado e as constantes viagens do meu pensamento até 2006 - época em que namorava com um rapaz de lá perto da Sertã - viagens essas que, entre outras coisas, me lembram o quão maluca eu era, no bom sentido; e aí está o cerne da questão que me levou a escrever este texto.
Muitas mulheres/raparigas quando namoram chegam sempre a uma altura e…

Coisas que ABOMINO em conversas de chat ou sms!

(isto vai mais para o sexo oposto pois normalmente com as minhas amigas tenho grandes conversas)

Primeira de todas e provavelmente a mais importante: detesto que me respondam tipo telegrama, como se no chat também pagassem por cada palavra que escrevem; do género sim/não.
Razão: dá a sensação que não têm miolos, pois não dão continuidade à conversa; deixa-me sem vontade de continuar a conversa também, porque não puxam nem pela conversa nem por mim (ou seja não me fazem pensar);

Segunda: detesto que me respondam "pois tem de ser" quando, depois de me perguntarem se comigo também está tudo bem, eu respondo "vai-se andando".
Razão: é parecida com a primeira; YA EU SEI QUE TEM DE SER, CASO CONTRÁRIO NÃO VOU A LADO ALGUM, agora importaste de continuar a conversa para isto não morrer já aqui??

Terceira e esta é definitivamente para o sexo oposto: detesto que tentem desviar a conversa para coisas menos politicamente correctas quando estou a tentar ter uma conversa normal, não …

Espero que não seja só comigo!

Alguma vez tiveram aquela sensação horrorosa de querer falar com a pessoa de quem gostam, ter uma longa conversa sobre tudo e mais alguma coisa - de modo a que a pessoa perceba quem realmente são e que valem a pena - mas por alguma razão inexplicável, ou simplesmente porque a pessoa nos dá um certo receio devido à sua frieza, não conseguem falar e quando conseguem a conversa fica-se pelo típico "olá tudo bem; sim e ctg"???