Mensagens

A mostrar mensagens de Outubro, 2013

As Pessoas mudam com o Tempo, ou o Tempo mostra como são as Pessoas?

Esta é uma pergunta difícil de se responder assim de caras, mas penso que tudo depende das situações e do que nos salta à memória numa primeira instância depois de a lermos/ouvirmos.

Vejamos, todos nós mudamos com o tempo: crescemos, o corpo transforma-se, amadurecemos (generalizando, pois há sempre quem não amadureça no devido tempo), vivemos novas situações, novas experiências e essas experiências podem levar a que mudemos a nossa forma de pensar, e até de ser. Situações desagradáveis podem transformar as pessoas, que outrora era doces e afáveis, em pessoas amarguradas; da mesma forma, situações inesperadamente boas podem tornar as pessoas mais acessíveis. Por vezes, experiências desagradáveis também contribuem para que as pessoas mudem para melhor, já dizia o ditado "há males que vêm por bem".

No entanto, se pensamos que conhecemos alguém profundamente, até ao ínfimo detalhe da sua alma, estamos redondamente enganados. É muito difícil conhecer alguém na totalidade, e esta…

ele 4.0

E tudo começou com uma espécie de aposta; agora estou mergulhada num desejo inesperado, só não sei é o que fazer...

What is a Soulmate?

It's like a best friend, but more. It's the one person in the world who knows you better than anyone else. That someone who makes you a better person. No, actually they don't make you a better person. You do that by yourself because they inspire you. A soulmate is someone you carry with you forever. It's one person who knew you, accepted you and believed in you before anyone else did or when no one else would. And no matter what happens, you'll always love them and nothing could ever change that.

- Dawson's Creek

O último episódio

Há muito tempo que não escrevo no blogue como costumava: grandes textos, reflexões, experiências, histórias fictícias... Tal abstinência deve-se, em parte, a falta de motivação e a falta de tempo por causa da faculdade. No entanto, não é apenas isso, cheguei a essa conclusão há poucos dias atrás.

Normalmente escrevo sobre sentimentos e experiências sentimentais, mas nos últimos tempos tenho andado a sentir-me estranha, esquisita, sem saber explicar o que se passa comigo. Demorei vários dias até falar sobre isto com alguém, pois como não sabia explicar achei que não valeria a pena desabafar, a pessoa não iria perceber e não saberia como ajudar-me; então quando finalmente se fez luz, percebi do que se trata esta esquisitice e este vazio: falta de paixão.

É isso, estou numa fase da vida em que não "gosto" de ninguém, não estou apaixonada por ninguém e tal coisa nunca me tinha acontecido, por norma eu deixo de gostar de alguém por passar a gostar de outra pessoa, assim foi desde…

Pensamento da Noite 37

se os cães pressentem mais facilmente a presença de espíritos... será que quando o meu cão ladra e nós não vemos nada, ele está a ladrar por estar lá "alguma coisa" (espírito, talvez)?? creepy thought!