Estou Cansada

Estou cansada das pessoas. Estou cansada das pessoas e das suas hipocrisias e falsos moralismos. Estou cansada da imbecilidade e falta de tacto; da estupidez, da fraca argumentação, capacidade de conversação e da falta de cultura da sociedade. Às vezes sinto que não pertenço a este mundo, sinto-me deslocada, como se devesse ter nascido noutro tempo, noutro mundo.

Estou cansada das pessoas que conheço (não me levem a mal). Estou cansada daquele tipo de pessoa que é muito amiga, fala muito bem e de repente, sem nada que o justifique, deixa de falar; afinal já não somos amigos, trata-me mal se for preciso. Na realidade estou tão farta de pessoas assim que acho que me estou a tornar num ser igual a elas. Paga o justo pelo pecador, peço perdão por isso, mas de facto já não tenho paciência.

É verdade que sinto saudades, mas não me apetece falar, não me apetece estar com as pessoas. Estou a tornar-me em alguém que nem eu própria reconheço: mais fechada que o normal, mais calada que o normal, mais azeda que o normal. Dou por mim a pensar em certas pessoas e a perguntar-me por que é que tenho de ser sempre eu a perguntar se está tudo bem, acabo por querer desistir dessas pessoas, mas por alguma razão, algo mórbida e masoquista, nem sempre consigo.

Estou cansada dos homens, da sua pretensão e de se convencerem de que lá porque trato uns de certa forma, tenho de tratar todos assim. Não funciona assim, não é assim tão linear. Não sinto vontade de estar com eles, com ninguém. Já não sinto vontade, tento-me convencer que a razão por trás disto é o amadurecer da idade, mas no fundo sei que vai para além disso. Aliás, minto, quero estar com alguém e apenas com esse alguém. No entanto, o único com quem eu quero estar nem me vê dessa forma, nem faz a mínima ideia do que sinto sequer. Nem sei se quero que saiba, tenho medo das consequências, ou falta delas.

Estou cansada das mulheres. Daquelas de cabeça oca que arrastam a imagem da mulher para a lama e fazem jus aos estereótipos criados. E daquelas falsas beatas para quem todas as outras são putas, quando na verdade têm mais esqueletos no armário que qualquer "senhora da vida".

Estou farta da [aparente] falta de inteligência, intelecto, bom senso e boa educação. Estou farta de conversas de chacha que não acrescentam nada, só diminuem. Estou farta que vejam em mim apenas o superficial e saltem para conclusões precipitadas só porque foram cobardes e preguiçosos demais para verem além do que os olhos enxergam.

Ao que parece hoje em dia ser estúpido está na moda, ter a cabeça vazia está a dar. Idolatrar pessoas fúteis é bem mais fácil do que tentar perceber o que dizem os cultos, pois isso dá demasiado trabalho.

Mensagens populares deste blogue

Personalidade Fraca ou Simplesmente Falta dela

Educação vs Formação

Pensamento Hipotético (1)