Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de 2014

E foi assim que tudo começou... em Novembro de 2007

*horas antes*
"Amiga, posso levar um colega meu do curso para tomar café connosco, ele também mora aqui na Cruz de Pau e ainda não conhece muita gente para além da turma"
"Claro que sim!"

*já no café*
"És de onde?"
"De Castelo Branco"
"De Castelo Branco cidade, ou de algum outro sítio do distrito?"
"Não, de uma terrinha de lá"
"Podes dizer o nome da terra *risos* eu fiz a secundária na Sertã, que é a terra da minha mãe, conheço algumas terrinhas para esses lados"
"De Proença-a-Nova, ou melhor de uma terrinha lá perto, chamada Atalaia"
"Ah Proença eu conheço, ia lá às vezes com o meu ex-namorado. Conheces Sobreira Formosa? Ele é de lá"
"Conheço, andei lá na escola. Como é que ele se chama?"
"Rodrigo... Cardoso"
"Tem uma irmã chamada Rita??"
"Sim tem, porquê? conheces?!"
"Ya, ela também andava lá na escola. E conheço-o de vista!"
"Uou 'tás …

28

"nunca me deixes, preciso de ti, o amor é uma loucura e tu precisas de mim. Em qualquer altura, em qualquer lugar, sinto a tua presença até no meu olhar"

Pensamento da Noite 48

o que me apetecia mesmo hoje? estar em casa, a ouvir a chuva e a trovoada abraçada a ti, a ver um filme e a comer pipocas e/ou a beber algo... isso é que era vida!

Saudade de Ti

Amo alguém que não me quer. Para não variar. Já é tão habitual que quase parece um vício doentio, uma autêntica droga pesada, este amor deixa-me desorientada. Deixo de estar segura de mim, daquilo que sou capaz de fazer e concretizar. Neste momento deves estar a pensar... por que raio me sujeito a isto, sou uma mulher inteligente, importante (esta última, nas tuas próprias palavras). Mas que hei-de eu fazer? O meu coração pertence a alguém que não o sabe cuidar... que não o quer cuidar.
Tento não pensar nele, mantenho a minha cabeça ocupada, numa tentativa vã de me enganar, toldar o sentimento, abafar a paixão, fingir o fim do tormento. Tornou-se a minha rotina. Lamentável desperdício de amor desvalorizado e desprezado.

Para afastar os meus pensamentos dele, penso em ti. Não como outrora pensei, mas como porto de abrigo.
É engraçado como toda a gente me diz para ter cuidado contigo e, ao mesmo tempo, é contigo que me sinto segura. Segura de mim, protegida dos outros. Curioso sentir-me…

Não me reconheço

Não me reconheço, olho no espelho e não sei o que vejo. Estou envolta numa neblina de negatividade que sobrecarrega o meu ser. O que se esconde por trás do sorriso e de uma gargalhada, ninguém sabe... apenas eu e Deus, se é que Ele existe, a este ponto dúvido até da minha catolicidade.
"Foste para além do que eu esperava" escrevi num poema, pois não esperava amar-te desta forma, que me consome e tira-me as forças. Não deveria ser assim. Tento lutar contra os sentimentos destrutivos, mas nem sempre é fácil, acarreta muito de nós e às vezes desmoronamos. Não consigo evitar o arrependimento que me assalta o coração cada vez que penso em tudo o que ficou por dizer, tudo o que ficou por dar... tinha muito mais para te dar se me deixasses ao menos chegar perto, entrar no teu mundo. Ainda assim, parece que dei demais, porque não sei amar pouco. Não sou o tipo de pessoa que exterioriza os sentimentos frequentemente, aliás, acho que raramente o faço. Talvez por isso, quando me apaix…

Eles Sabem Lá O Que Querem!

Ler comentários e artigos nas redes sociais é um bom método para estudar a mentalidade da populaça de hoje em dia. Pois na internet tudo se pode dizer e acusar, ninguém sabe quem somos e estamos protegidos no nosso quarto ou sala por de trás de um monitor.
Foi por esse método que cheguei à conclusão que, na realidade, são os homens que não sabem muito bem o que querem. [embora também haja mulheres que não o saibam; não acredito nesses mitos que dizem que as mulheres são complicadas e que os homens são todos iguais - existem pessoas complicadas e existem pessoas estúpidas - Pessoas! Portanto, não se ofendam se não pensam assim, pois isso é um gasto de energia desnecessário.]

Querem uma mulher confiante e que saiba o que quer e quando quer, mas quando se cruzam com uma dizem que é nariz empinado e que não dá confiança a ninguém.

Querem mulheres desinibidas, no entanto, quando vão para a noite e vêm mulheres a andar atrás [daquilo que querem e quando querem] essas já são tudo e mais alg…

Eu Luto

Eu luto
Luto até me faltarem as forças
Até me escapar o ar
Até cair de joelhos de cansaço
Até o suor me escorrer pela cara
Até todo o meu corpo doer
Até a minha alma doer
Até ficar desarmada
Tal e qual um soldado na linha da frente de uma qualquer batalha
Sei que corro riscos
Risco de sair mutilada
Risco de sair atormentada
Risco de acabar dilacerada
Arrisco-me a ficar sem nada
Arrisco-me a ficar sem munições
Arrisco-me a combater para nada
Mas eu luto
Porque sem luta nada se conquista
E o amor é uma batalha egoísta


Leidenschaft - A Paixão Inesperada

Há muito tempo que sabia o seu nome, que idade tinha, de onde vinha. O meu melhor amigo falava-me dele muitas vezes, tantas que por vezes parecia que já o conhecia, mas não passava disso: uma pessoa que apenas conhecia por ouvir falar dela.
Começou por ser uma brincadeira entre mim e o meu melhor amigo, picardia recorrente durante os nossos cafés, piadas sobre quem levaria o "prémio". No entanto, inconscientemente, comecei a reparar mais nesse rapaz cada vez que o via, ou estávamos com ele. Comecei por gostar dos seus trejeitos, do seu sorriso, do seu riso. Comecei a querer saber mais sobre ele; embora seja difícil às vezes, devido a uma certa timidez de ambas as partes. Pergunto-me, porquê? Por que razão me apego tão depressa a alguém? Comecei a pensar nele quando acordava e, quando ia dormir, sonhava com ele. Comecei a sentir-me irritada cada vez que alguém tentava chegar perto dele, metaforicamente falando, através de piadas. Comecei a sentir saudades.
Foi então que perce…

coisas da internet

Não ligo muito às descrições da minha personalidade que de vez em quando me aparecem na internet, mas tenho que admitir que esta acertou em cheio:
You are a little bit of everything: half party, half pensive. You’re just as happy out clubbing as you are spending a long dinner with friends. You’re known to have a unique taste in everything, and you’re proud of it.

Desabafo...

Dei por mim a olhar para o computador e a fazer scrolldown na página que tinha aberta sem estar realmente atenta ao que via e ao que lia. Sinto-me perdida, sozinha, sem ninguém perto de mim com quem possa conversar, que me possa ajudar (se calhar ninguém pode mesmo) e dar conselhos. Não sei o que fazer, nem o que dizer... embora haja imensas coisas por falar. Parte de mim sente que não vale a pena sequer tentar, parte de mim não tem vontade de desistir. Apetece-me chorar e não consigo, as lágrimas não saem, não querem cair.