Desacreditei

Desacreditei!
Nunca mais me declaro a ninguém. Nunca mais digo o quão importante a pessoa é. Nunca mais me rebaixo ao ponto de mostrar as minhas fraquezas a alguém que é apenas "aparentemente confiável".
O amor é uma utopia.
Desacreditei!
Dou demais. Sinto demais. Preocupo-me demais. Com quem não me vê sequer. Com quem não me quer ver sequer.
Refiro-me a ver no sentido lato.
Desacreditei!
Desacreditei porque me magoaram tanto, aqueles que eu julgava estarem acima de qualquer coisa.
Magoaram-me porque por dentro sou um turbilhão de emoções que às vezes nem eu própria compreendo, mesmo quando a aparência demonstra uma calma inviolável; sinto dez vezes mais do que o comum mortal aquilo que me fazem.
Desacreditei porque em tempos acreditei demais.
Por acreditar demais em quem queria demenos, fiz outros desacreditarem também.

Mensagens populares deste blogue

Personalidade Fraca ou Simplesmente Falta dela

Educação vs Formação

Pensamento Hipotético (1)