Se Um Dia Tiveres Tempo, Explica-me!

Nunca se conhece de facto alguém; penso que é até difícil conhecermo-nos completamente a nós próprios, pois haverá sempre situações para as quais não estamos preparados e só quando acontecem é que sabemos como reagimos a elas. É preciso muito mais do que um "olá" para me conhecer, uma simples conversa de minutos também não chega, mas ao que parece muita gente acha que sim. Eu não devia estar a escrever isto, não devia sequer dar importância a isto, no entanto eu sou o tipo de pessoa que se aflige com as imperfeições do mundo (se calhar até demais) e certas coisas fazem-me demasiada confusão. É necessário conhecer-me bem para perceber quando eu estou a falar a sério ou quando eu estou a brincar falando num chat, mas às vezes eu penso que é tão evidente que até um criança perceberia. Aqui o problema com certeza será meu, confio demais nos instintos dos outros (só para não dizer na inteligência). O que não entendo é a atitude posterior das pessoas, agarram-se de tal maneira a uma ideia preconcebida devido a algum comentário/piada momentânea que não deixam espaço para dúvidas, explicações, evolução do conhecimento mútuo, etc.
Numa análise mais prática e menos lamechas, podia simplesmente pensar que este tipo de pessoa não merece sequer a minha perda de tempo... logo não estaria a escrever isto, mas como já disse faz-me confusão.

Mensagens populares deste blogue

Personalidade Fraca ou Simplesmente Falta dela

Educação vs Formação

Pensamento Hipotético (1)