Doce Tentação part 5

Estava calor, o suor escorria-me pelo corpo, conseguia sentir. Não sei se era das luzes, do álcool ou mesmo da música que não me deixava parar de dançar; talvez fosse tudo junto. Eu e a minha amiga estávamos na pista a dançar quando o meu olhar se cruzou com um rapaz de cabelo castanho claro, penteado à surfista, casaco branco e com um ar de quem era o dono daquilo tudo; a atracção foi imediata, apesar de não ter coragem de ir lá falar com ele devido ao seu ar importante, pensei que fosse daqueles rapazes insuportaveís super convencidos. A minha amiga bem insistiu, mas eu nada fiz, até que ela foi perguntar ao amigo dele (que depois descobrimos que era irmão) se nos podia apresentá-lo. Ele disse que sim e para espanto meu, eram os dois muito simpáticos, passámos o resto da noite na pista a dançar com eles e a conversar. Foi bastante agradável, tão agradável que, no fim da noite quando eles já estavam a ir embora, ao despedir-me do rapaz, não sei o que me deu porque nunca tinha feito tal coisa na vida, dei-lhe um beijo na boca ao que ele respondeu com um sorriso: "não devias ter feito isso, sou timído"... timída sou eu, mas o álcool faz com que deixe de o ser, pelo menos foi a conclusão que eu tirei daquilo que fiz. Só depois de os ver a subir as escadas até à saída da discoteca é que me lembrei que o meu ex-namorado, com quem eu tinha terminado a relação apenas há um semana atrás, também se encontrava lá... fui o caminho todo para casa a rezar para que ele não tivesse visto.

Mensagens populares deste blogue

Personalidade Fraca ou Simplesmente Falta dela

Educação vs Formação

Pensamento Hipotético (1)