Contado ninguém acredita!

Somos bastante diferentes, levas as coisas demasiado a sério às vezes, talvez seja por isso que me fascinas. Ao inicio pensei que fosses apenas mais um, com conversas de "chácha", como todos os outros que me adicionam e, assim que a conversa ultrapassa a fase de apresentação, enveredam por um caminho que não é propriamente o que me agrada mais. Logo percebi que contigo se conseguia ter uma conversa decente, gosto de falar contigo embora, por vezes, a tua seriedade seja demais para mim. Gosto também da sensação que me provoca pensar em ti.

Ai contado ninguém acredita!
Quando eu vou na procissão
Não há moça mais bonita.

Ai contado ninguém acredita!
Vão os santos pelo chão
E eu no andor da santinha.

Como é milagre,
Diz quem sabe,
Eu não sei!
Mas até a virgem mãe
Me gabou a casaquinha.

Como é milagre,
Diz quem sabe,
Eu não sei!
De tão bela até ganhei
Um altar na capelinha.

Óh!, mas ainda não sou Deus
P'ra reinar nos olhos teus
Que veneram o Divino.

E eu tão bela e imaculada
Só não sou idolatrada
Por quem eu mais admiro.

Ai contado ninguém acredita!
Quando eu vou na procissão
Até o menino assobia.

Ai contado ninguém acredita!
Os homens em multidão
Fazem a mim romaria

Com é milagre,
Diz quem sabe,
Eu não sei!
Se é das unhas que pintei...
Se é da luz que me alumia.

Como é milagre,
Diz quem sabe,
Eu não sei!
Todos dizem que o meu bem
lhes dá mais sentido à vida...

Óh!, mas ainda não sou Deus
Para reinar nos olhos teus
Que veneram o Divino.

E eu tão bela e imaculada
Só não sou idolatrada
Por quem eu mais admiro.

por: Deolinda

Mensagens populares deste blogue

Personalidade Fraca ou Simplesmente Falta dela

Educação vs Formação

Pensamento Hipotético (1)