Será Isto o Inicio do Fim?

Não ando muito faladora com ele, na verdade quando falo é apenas porque me recuso a acreditar no que está a acontecer, de certo modo. Não sinto vontade de lhe falar, ou melhor, sentir até sinto, mas a desmotivação é maior. Acredito que ele não se importe "muito por ai além" caso deixe de falar definitivamente, sei que, se isso acontecer, eu é que ficarei mais magoada. Isto faz algum sentido? Bom, pelo menos para mim faz.

A razão, ou as razões pelas quais eu me sinto tão desmotivada para meter conversa com ele ultimamente até são bastante simples: as conversas giram sempre em torno do mesmo; quando tento "inventar" um novo assunto deixa sempre as conversas a meio - o que não me costumava irritar tanto como irrita agora, talvez porque se há coisa que tem limites é a minha paciência. E eu até posso compreender as razões dele para deixar sempre a coisa a meio: pode estar ocupado com o trabalho, etc.; de facto, eu penso nisso, mas não me alivia a irritação visceral.

Isto magoa-me porque eu realmente gostava de ser sua amiga, no entanto, não acho que isso alguma vez seja possível no total sentido da palavra, pois eu já não sei mais como hei-de tentar. Talvez seja falta de criatividade da minha parte neste campo, mas quem é que me pode julgar? Quando o output é maior que o input é normal perdermos o entusiasmo; não há qualquer reacção vinda do outro lado, sinto que é mais produtivo falar sozinha do que com ele, pois em qualquer dos casos falo sozinha, a diferença é que eu encontro sempre uma resposta dentro de mim quando falo comigo própria.

Será isto o início do fim? Bem, se for, só o tempo o dirá; eu só sei que isto me está a fazer mais espécie do que qualquer outra coisa que pudesse ter acontecido...

Mensagens populares deste blogue

Personalidade Fraca ou Simplesmente Falta dela

Educação vs Formação

Pensamento Hipotético (1)