A luz outra vez (cap. 5)

Bati no chão suave e delicadamente e al fiquei estendia, sem saber se deveria me levantar ou não.
Resolvi não me mexer e tentar perceber o que se estava a passar, o que era aquela luz, aquela brisa, aquele espelho com aquelas sombras, porquê que me senti cair e onde estou agora?
Todas estas perguntas me confundiam a mente, ou será que era eu quem não queria ver a realidade.
Acho que sei onde estou, mas não quero admitir.
Senti claridade, por isso abri os olhos, lá estava ela outra vez, ténue mas linda.
Tentei outra vez, levantei-me e corri.
Parecia que algo estava a mudar, a luz estava a ficar cada vez mais forte, como se eu me estivesse a aproximar.
Até que a senti, quente e acolhedora.

Mensagens populares deste blogue

Personalidade Fraca ou Simplesmente Falta dela

Educação vs Formação

Pensamento Hipotético (1)