A verdadeira história

Jwysa é uma jovem mulher, de 21 anos, que nasceu na capital daquele país, dentro de uma família dita normal. Mas nem tudo era normal na vida desta rapariga. Começando pelo seu pequeno distúrbio de personalidade, Jwysa não consegue ser a mesma pessoa quando está com a família, que quando está com os amigos. Não que ela seja hipócrita, porque na verdade ela nem gosta de hipocrisias, mas não consegue ser de outra maneira. Talvez seja um pequeno indício de dupla personalidade; quando era pequena costumava rodear-se de amigos imaginários, para nunca se sentir sozinha, quando na realidade o estava, ainda hoje, por vezes faz isso, rodeia-se de pessoas dentro da sua própria cabeça, pessoas em quem ela pode confiar, que vão estar sempre lá quando ela precisar de refúgio. Refugia-se assim no seu próprio mundo, porque lá ela sente-se segura, longe dos olhares criticos e maldosos.

Jwysa desde cedo lidou com a rejeição, principal e mais precisamente no campo amoroso. Também rejeitou, é certo, por não amar como realmente devia. Quanto às rejeições que sofreu, foram de vários tipos e por várias razões, por questões de aparência era o mais frequente; por questões sentimentais divergentes; mas o que mais a deitou a baixo, foi aquela que era nunca esperava.

Há muito tempo que Jwysa vivia em estado depressivo adormecido... um dia como que por milagre, ela conheceu a felicidade mais pura ao lado de um belo rapaz, algo que nunca tinha sentido. Parecia que o céu tinha descido à terra, era bom demais para ser verdade, alguém a gostar dela da mesma maneira que ela? Era tão bom para ser verdade que durou pouquissimo tempo. Foi o fim do que ela pensava ser a felicidade eterna, muito para além disso, foi o fim de tudo. Foi como que a gota de água que fez trasbordar o copo, despertou a depressão que vivia adormecida dentro dela.

Embora sempre tenha tentado ultrapassar a frustração causada, por vezes não era fácil. A sua impulsividade falava mais alto quando o assunto era esse tal rapaz, a insegurança era e continua a ser o grande inimigo de Jwysa. Atravessa-se nos seus sonhos, nos seus pensamentos, intromete-se em tudo na vida dela. Fez e continua a fazê-la ficar presa no fundo do poço sem que se consiga levantar, como se tivesse um peso amarrado aos pés. Jwysa já não se consegue ajudar sozinha, tenta pedir ajuda, mas parece que quanto mais chama, mais sente que se afastam. E o abismo não tem fim...

Mensagens populares deste blogue

Personalidade Fraca ou Simplesmente Falta dela

Educação vs Formação

Pensamento Hipotético (1)