Carrossel (3º cap.)


Encontraram-se ao pé do Coreto, parecia simpático, era giro, a sua alcunha era o nome de um jogador de futebol devido às suas parecenças. Foram-se sentar num dos muitos bancos em frente ao rio, ali ficaram a conversar. A conversa ficou distorcida... entretanto ele beijou-a, sem aviso e sem permissão. Ela deixou, desde que não houvesse nada mais que aquilo. Ele perguntou se ela queria que a levasse a casa, ela assentiu, mais tarde desejou não tê-lo feito. Nas escadas do prédio, ela não queria, tentou impedir...

Isabel acorda, encontrava-se no seu quarto, deitada na sua cama e eram apenas 5h da madrugada. Suspirou de alívio, fora apenas mais um dos muitos pesadeos que a atormentavam de vez em quando. Perguntava-se se alguma vez iriam parar, tinha esperanças que sim. Finalmente adormeceu outra vez.

Mensagens populares deste blogue

Personalidade Fraca ou Simplesmente Falta dela

Educação vs Formação

Pensamento Hipotético (1)