Quem somos?

Para o Homem é extremamente dificil não pensar. Quando dizemos a nós próprios que não queremos e não vamos pensar, inconscientemente já estamos a pensar [que não vamos pensar], o cérebro continua o seu trabalho incessante.
O que não impede de bloquearmos pensamentos, podemos bloquear pensamentos por via do recalcamento por exemplo, devido a experiências traumáticas, o que não podemos é bloquear O pensamento na sua plenitude, porque faz parte da nossa existência enquanto seres racionais e é isso que nos distingue dos outros seres.
Não existimos porque pensamos, mas pensamos porque existimos. "Existo, logo penso".
Pensamos porque existimos, então e existimos porque...? Porque alguém quis que existissemos, a questão é saber quem somos depois de o ser, ou seja quem somos depois de existirmos.
Só vou saber quem sou depois de me admitir perante mim própria, depois de admitir que existo e que tenho de me resignar a essa existência, tentando encontrar a melhor maneira de o ser.

Quantas vezes já nos perguntámos: E se eu não existisse? ou e se eu existisse noutro sitio? Se tivesse nascido noutra familia? se não conhecesse as pessoas que conheço?
Quantas vezes não nos sentimos estranhos dentro de nós próprios, pensando que poderiamos ser outra pessoa? quantas vezes não olhámos para alguém e pensámos "eu podia ser aquela pessoa e aquela pessoa podia ser eu"? Pode parecer confuso, mas não quero acreditar que fui a única a experimentar tal sensação, ou então sou louca.

Penso que deve fazer parte da consciencialização de que existimos, que temos o aspecto que temos, que vemos, que sentimos, que somos!
Então e quem sou? Quem sou "eu"? A descoberta de mim mesma começa agora, pois só posso continuar a existir se souber porque sou e quem sou. Existir por existir não faz sentido, mas existimos primeiro e depois é que nos construímos.
Pode parecer ridículo e extremamente evidente mas a complexidade do ser humano, fisiologica e psicologicamente falando, torna qualquer evidência um mistério obscuro!

Saber que somos e saber quem somos não é a mesma coisa, embora à primeira vista o pareça. Uma pessoa que sofre de amnésia por exemplo, sabe QUE é mas não sabe QUEM é. Vai ter de se voltar a construir novamente, pode voltar a ser quem era se a memória voltar, ou pode contruir uma nova pessoa com base nas experiências vividas apartir daquela altura.
O homem precisa realmente de se descobrir, porque acreditem há muito boa gente neste mundo a sofrer de "amnésia".

Mensagens populares deste blogue

Personalidade Fraca ou Simplesmente Falta dela

Educação vs Formação

Pensamento Hipotético (1)