Allein

a força foge por entre os dedos
como a água, não se consegue agarrar
sei que já a tive bem presa nas minhas mãos
então o que fez com que ela fugisse? não tenho certeza...
talvez o problema esteja em mim, talvez esteja nos outros
talvez esteja em ambos
não sei se já fui feliz, mas já fui mais contente
não sei se posso dizer k sou infeliz, mas estou deprimente
isto não é o meu verdadeiro eu
ou se calhar é, aquele que sempre esteve escondido por detrás duma máscara de força e coragem
de diversão e prazer...
dei tanto de mim para receber quase nada
e agora fico aqui, sozinha, a escrever algo que a primeira vista nem tem sentido...

se vos contar o antes e o depois nem dá para acreditar
so quem realmente me conhece nota a diferença
...em 2006 era uma pessoa com uma energia contagiante,
não me deixava afectar por percalços da vida, tais como desgostos amorosos, deixava tudo na pista de dança, no banco de trás do carro, nos copos de malibu cola...
a coluna era minha do principio ao fim...
só saia se houvesse boa companhia para continuar a festa noutro sitio...
o que aconteceu a essa pessoa? talvez tenha morrido
talvez esteja algures perdida no tempo, no espaço, ficou presa nas memórias
esses tempos não são mais do que lembranças

hoje sinto-me uma pessoa depressiva
os complexos voltaram em peso, a incertezas também
não conheço ninguém
o meu circulo de amigos diluiu-se
não me conheço sequer a mim propria
estou num buraco negro prestes a desaparecer daqui
não sei como hei-de sair
a minha luz apagou-se
tiraram-me o que eu tinha de mais precioso
pergunto-me se algum dia se irá reacender
mas sei que se voltasses seria mais fácil
também sei que isso não irá acontecer, por isso aqui fico
estagnada na escuridão que outrora parecia tão longinqua
tornando-me cada vez mais frágil, frágil
tão frágil que apenas um toque me pode quebrar
em mil pedaços...que jamais serão repostos

Mensagens populares deste blogue

Personalidade Fraca ou Simplesmente Falta dela

Educação vs Formação

Pensamento Hipotético (1)