Antigo... antigo... parte 6

Ninguem sabe
ninguem tem noçao
pk ninguem sente akilo k sinto
cada vez k te olho
cada vez k tou perto de ti
cada vez k te toko
cada vez k estás longe
knd encostas a tua cara na nha knd me cumprimentas
sinto um arrepio na espinha
é incrivel como uma coisa tao simples so pk vem de ti me faz levitar

Ninguem compreende
ninguem tem noçao
pk ninguem teme akilo k eu temo
nunca mais te ver
nunca mais te ter
nunca mais sentir a tua respiraçao perto de mim
nunca mais te tocar
tenho saudades de sentir os teus labios nos meus
nao ha palavras pa explicar
é incrivel como sao doces e me fazem perder a noçao do tempo, do espaço
fazes-me esquecer kem sou pk me fazes viajar ate outro mundo
um mundo so nosso
um mundo onde nada importa, ninguem nos ouve
estamos sozinhos
e bastamo-nos um ao outro

podia ficar aki o resto da eternidade a tentar expressar por palavras akilo k se sente com o coraçao
nao existem palavras suficientes no mundo
é demasiado complexo
felizmente sou portuguesa e posso-me dar ao luxo de dizer: SAUDADE
é isso k sinto, mesmo quando estou ao teu lado
nunca imaginei k isto fosse chegar tao longe
eu nao keria
mas nao mando nisto
desculpa se te amo
desculpa se és especial
desculpa se adoro cada gesto teu
cada sorriso
desculpa cada lagrima k cai do meu rosto agora enkuanto escrevo

simplesmente recuso-me a acreditar k foi tudo em vao
recuso-me a acreditar k todos os momentos nao foram especiais
desculpa se me recuso a desistir, mas nao consigo desistir
gostava de conseguir sentir raiva
gostava de conseguir deixar de te falar
gostava de conseguir viver sem ti
mas nao consigo

Mensagens populares deste blogue

Personalidade Fraca ou Simplesmente Falta dela

Educação vs Formação

Pensamento Hipotético (1)