Carrossel (18º capitulo)


Isabel e Sara trocaram os seus emails e os seus números, após uma valente gargalhada sobre o que se tinha passado. Pode-se dizer que ganharam uma nova amizade e estavam ambas contentes por isso. Assim que chegou a casa, Isabel ligou o computador para poder adicionar Sara nos seus contactos.

Nessa noite não havia nada que as descolasse do ecrã, ficaram horas a conversar sobre rapazes, sobre objectivos de vida, sobre o passado das duas. Isabel só se conseguiu levantar cedo no dia seguinte porque sabia que ia ter com Gui e isso era razão que bastasse para ela dar um pulo da cama. Estava desejosa de lhe contar tudo.

- Sim achei piada, mas o mais importante é que fiz uma nova amizade. Ontem ficámos horas a falar, se não fosse por ti não me tinha levantado da cama hoje!
- Fico feliz por ti, acho bem que estejas a esquecer a outra personagem...
- Nem me fales! Nunca mais falei com ele, ele se quiser que venha falar comigo.
- Claro. Ele é que errou, ele é que tem de dar o braço a torcer não tu. Se bem que duvido que ele o faça.
- Se o fizer... não sei se terá muita sorte!
- Que queres dizer com isso?
- Estou farta de aturar pessoas que me acham infantil e depois têm atitudes ainda mais infantis!

Estava tudo a entrar nos eixos, tudo a correr tão bem que Isabel já nem se lembrava das malditas cartas minadas de ameaças, quando voltou a receber uma. Estava na sua caixa de correio e dizia apenas:
Vais receber um convite, mas é bom que não o aceites!

Isabel não percebeu absolutamente nada, rasgou a carta e deitou-a no lixo. Não queria que nada estragasse aquela onda de felicidade que tinha rebentado em cima de si, além disso não podia ter medo de alguém que é cobarde o suficiente para não mostrar a cara. Fez a lida da casa num instante, ao som da sua música preferida quase a rebentar as colunas da aparelhagem, assim que acabou agarrou-se novamente ao pc para falar com a sua mais recente amizade. Qual não é o seu espanto quando alguém vem falar com ela...

Mensagens populares deste blogue

Personalidade Fraca ou Simplesmente Falta dela

Educação vs Formação

Pensamento Hipotético (1)