Prisão Emocional (1º capitulo)



O telemóvel vibrou, fazendo um grande ruído em cima da mesa de cabeceira. Eram 10h da manhã num sábado chuvoso de inverno, Isabel abriu os olhos a custo pois na noite anterior tinha-se deitado tarde. Deu um pulo da cama quando sentiu um peso nas suas pernas, a gata tinha saltado para cima dela. Sentou-se na cama e leu a mensagem que tinha recebido.





Era de Pedro, nada que surpreendesse Isabel, ele estava quase a fazer anos. E, tal como ela calculara, era um convite:


No próximo sábado haverá um jantar em Lisboa para festejar o meu aniversário, estás convidada, espero que vás, estou a contar contigo. Bjs



Isabel respondeu de imediato sem hesitar, disse que estaria presente e perguntou também se haveria saída. Pedro respondeu que sim, mas que ainda não tinha decidido o local.
Chegado o dia, Isabel lá foi para Lisboa. Ia até ao Colombo e Pedro iria buscá-la, a ela e a Sofia.
Tiveram que esperar 20 minutos como de costume, ser pontual não era o forte dele. Por conseguinte chegaram também 20 minutos atrasados ao restaurante. O jantar foi divertido, a comida estava óptima e a bebida... bom essa nem se fala. Nada fazia adivinhar o que ainda estava para vir, no que diz respeito àquela amizade que se estava finalmente a tornar sólida. Saíram do restaurante às 23h30, alguns dos convidados não iam à discoteca, por isso foram directamente para casa depois do jantar. Segundo o que Pedro disse a Isabel, iriam para uma discoteca que o irmão dele costumava frequentar.

Mensagens populares deste blogue

Personalidade Fraca ou Simplesmente Falta dela

Educação vs Formação

Pensamento Hipotético (1)