Odeio-te, como nunca pensei odiar alguém na vida...

Isto parece horrível e até muito pouco católico, mas infelizmente não consigo controlar o sentimento.
Odeio-te,
Odeio-te por várias razões.
Odeio-te porque destruíste parte da família.
Odeio-te por seres invejosa a esse ponto.
Odeio-te porque era pequena demais para perceber o que agora percebo.
Odeio-te porque graças a ti, não o conheço.
Odeio-te porque graças a ti, ele não me conhece.
Odeio-te porque não me viu crescer.
Odeio-te porque não a vi crescer.
Odeio-te porque não sei quem ela é se a vir na rua.
Simplesmente Odeio-te.
Mandaria-te para um hospício com camisa de forças, mas no mesmo momento teria pena do resto dos coitados que lá estão, porque nem esses merecem a tua companhia.
O único reconforto que tenho, é saber que pessoas como tu acabam sempre sozinhas.

Mensagens populares deste blogue

Personalidade Fraca ou Simplesmente Falta dela

Educação vs Formação

Pensamento Hipotético (1)