Não consigo esconder...

Que dói, dói mesmo! Conheço pessoas que me chamariam maluca se me vissem a chorar por uma gata, como o meu melhor amigo me viu há umas horas! Mas não consigo conter, sim eu choro baba e ranho pelos meus animais; para mim é inconcebível, como é que alguém faz mal aos bichos enquanto eu reajo assim!?

A minha menina branquinha desapareceu e eu não sei fazer mais nada a não ser chorar, principalmente quando vejo o olhar triste da avó Ofélia (a gata mais velha, que é avó da que desapareceu); a Ofélia não sai do pé de mim, mia muito menos que antes e está sempre a olhar para o corredor, talvez na esperança de ver a outra a vir a correr, porque elas costumavam brincar no corredor, a fazerem fintas uma à outra!
A última vez que me lembro de chorar assim tanto foi quando a minha 1ª cadela, Patusca, morreu, ainda por cima porque fui eu a vê-la a ter o ataque, levei uma tarde inteira a chorar assim que a minha mãe saiu de casa para a levar ao veterinário... teve de ser abatida, não iria resistir à operação devido a problemas cardíacos. A minha mãe também chegou a casa a chorar, foi mesmo muito triste.
Há pessoas que não percebem, acham estúpido como é que alguém chora por um animal como se fosse uma pessoa... olha digo, desde já que, a avaliar pelas aberrações (psicologicamente falando) de pessoas que pisam esta terra, prefiro mil vezes chorar por um animal!

Quando temos um animal, não podemos tratá-lo como um objecto, os animais também têm sentimentos, sabem muito bem quem é que gosta deles e quem não gosta, por isso é que se dão melhor com umas pessoas do que com outras, mas se calhar isto é demais para a inteligência remota daquelas pessoas que abandonam os animais como quem deita fora uma máquina de lavar do tempo da velha senhora! Acreditem que só me dá vontade de espancar essas pessoas, ou então largá-las no meio do nada, tal como elas fazem com os cães e gatos... Ok, eu sei que a violência não é a melhor opção, mas mete-me tanto nojo que é só o que apetece!
Um animal é um membro da família, ficam tristes se os donos estão tristes, sentem saudades se os donos estão fora muito tempo... acho que, se é para tratarem mal os bichos e não lhes darem mimos, mais vale não os terem!
Possas, primeiro morre o Bruno (que por acaso era irmão da Ofélia e, consequentemente, tio-avô da Papoila) e agora desaparece-me a Papoila! :'(
Eu tento não acreditar nestas coisas, mas se por acaso mau olhado se confirma, só desejo que todo o mal que me desejam a mim caia sobre eles!

Mensagens populares deste blogue

Personalidade Fraca ou Simplesmente Falta dela

Educação vs Formação

Pensamento Hipotético (1)